"O Esboço do Calabouço" - É a imagem de um texto que se pretende perfeito, onde o autor nunca há de terminá-lo, e em seu enclausuramento, nunca poderá dele escapar."
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
AGMAR RAIMUNDO - O Esboço do Calabouço
Um site para entender o universo dentro e fora da construção do pensamento artístico.
Textos


NERDS, OS NOVOS DREADS!
 
Vejo hoje os famosos “Nerds”,
No passado viviam abraçados com o medo da escola
E do que a escola poderia lhes machucar.
O bullying, que ainda não tinha nome,
Já lhes era açoitado todos os dias
Nos corredores encerados dos seus perpétuos muros.
 
As preocupações de infância
Estavam dentro de casa - nos Ataris, nos desenhos
Tecnicolor, nas brincadeiras tradicionais de ruas e bairros,
Das séries japonesas e dos filmes de sci-fi [Star-Wars – Star Trek] –
Darth Vader sempre foi o cara – Fato!
Mas Doutor Spok também mandava bem pra caralho!
 
Enquanto John Hughes entupia a juventude alienada dos 80
Com suas comédias adolescentes sempre em torno do mesmo tema:
“Um “nerd” sendo sacaneado por ser inteligente
E sofrendo bullying por esse motivo.”
Esses mesmos “nerds” do outro lado vibravam com o jovem herói –
Martin "Marty" Seamus McFly, em “Back to the Future”.
Um “nerd” que conseguia o que todo humano desejava:
Viajar no tempo! Imortalizando a maravilhosa “DeLorean DMC-12”.
 
A adolescência era foda para um “nerd” que tentasse a primeira foda.
Até masturbação era complicado, tudo muito zoneado,
Restrições inquisitoriais, regras por cima de regras,
Sonhos quixotescos, utópicos, muita idealização romântica,
E isso era traumático, pois os mais fortes venciam sempre... [os idiotas].
 
Enfim, a virgindade feminina e a masculina obedeciam à seguinte regra,
[geralmente:
As meninas começavam a namorar com 15 e perdiam um ano depois;
Os homens começavam um ano mais tarde, mas perdiam um ano mais cedo.
Para os “nerds”, tudo mudava:
Geralmente só perdiam a virgindade depois do casamento.

 
Agmar Raimundo
Enviado por Agmar Raimundo em 24/09/2017
Alterado em 25/09/2017


Comentários